Pezão se recusa a comer em presidio: ”Não sou cachorro pra comer essa porcaria, bando de filho da p…”

O governador Luiz Fernando Pezão, está preso desde o dia 29 de novembro. Pezão está no quartel da Polícia Militar em Niterói, Região Metropolitana do Rio. A força-tarefa da Lava Jato deu voz de prisão ao governador por volta das 6h no Palácio Laranjeiras, residência oficial do chefe do estado, a Operação Boca de Lobo é um desdobramento da Lava Jato. 
Além do governador, outras sete pessoas foram presas. Ao todo, 9 mandados de prisão e 31 de busca e apreensão foram expedidos pela Justiça. Batizada de Boca de Lobo, a operação é baseada na delação premiada de Carlos Miranda, operador financeiro de Sérgio Cabral. O ex-governador, de quem Pezão foi vice, também está preso. 

Comportamento no presídio: 
Segundo informações internas da penitenciária do quartel da Polícia Militar em Niterói, Pezão se recusou a comer na cadeia e teria dito: “É isso que vou comer? Não sou cachorro pra comer essa porcaria, bando de filho da p…, me tragam comida de verdade”. 

As informações foram passadas ao responsável pela alimentação dos detentos. que prometeu averiguar o caso.

VÍDEO:

Fonte: politicaatual.com