Funcionária de lotérica engana cidadão e fica com o dinheiro dele; Assista

Funcionária de uma lotérica em São José dos pinhais no Paraná, rouba dinheiro de um cidadão que foi sacar seu salário.

Após a atendente passar o cartão e o cliente digitar a senha, a mesma alega que não tem dinheiro na conta dele. Após o cidadão saí, ela completa à operação e retira o dinheiro e Guarda na carteira.

Vídeo:

CPF cancelado após tentativa de assalto a PM , assista

Todos os dias os criminosos saem as rua para cometer atrocidades. Os crimes acontecem por motivos fúteis, e tirar a vida de um cidadão de bem parece ser prazer para alguns bandidos.

Muitos brasileiros estão cansados dessa situação e aguardam o dia que poderão andar na rua com liberdade, sem medo de não poder voltar para casa. Pais de famílias, mulheres ou crianças, ninguém passa despercebido para certos bandidos que anseiam por cometer algum assalto.

Um soldado do Batalhão de Choque da Polícia Militar foi baleado na manhã desta sexta-feira (4) ao sofrer uma tentativa de assalto no conjunto Parque dos Coqueiros, na Zona Norte de Natal. O soldado reagiu e houve troca de tiros. Um dos bandidos morreu. O outro, ferido, foi socorrido.

De acordo com o oficial de serviço do BPChoque, o soldado não estava fardado, e caminhava pela Rua dos Esportes quando foi surpreendido pelos assaltantes. Assista:

Pais permitem que dono de casa abusasse da filha, várias vezes, para não pagar o aluguel

Durante dois anos, uma adolescente de 15 anos viveu um verdadeiro inferno onde morava com sua família. Sua mãe biológica e o padrasto estavam obrigando ela a ter relações com o proprietário da casa onde eles viviam, na cidade de Bernal; com isso eles não precisavam pagar o aluguel.

A adolescente foi resgatada por oficiais de Quilmes, depois que uma de suas tias fez uma queixa contra os autores, todos de nacionalidade paraguaia. De acordo com fontes policiais, o crime aconteceu em uma casa localizada em Neuquen Street.

A vítima vivia com a mãe, Ramona Pérola, de 37 anos, e seu padrasto, Julian Agripino, de 65 anos, um ex-pedreiro e aposentado, que também aproveitou a coexistência que teve com a menor para abusá-la.

O proprietário da residência, que abusava da vítima, foi identificado como Juan Bautista Rotela Dominguez, de 46 anos, que também foi preso e deve prestar contas à Justiça.

A mãe da vítima está sendo acusada de promover e facilitar a prostituição. Fontes próximas à investigação disseram que a mulher sofria ameaças e espancamentos do esposo para aceitar entregar sua filha a Rotela Domínguez. Para que pudessem ter contato íntimo com ela, o preço seria o aluguel da residência onde moravam.

A menina foi retirada dos cuidados dos pais e está com a equipe de Proteção Infantil na cidade de Florencio Varela, longe de seus agressores. Conforme relatos divulgados em jornais locais, a vítima estava grávida de um dos dois homens e a forçaram a fazer um aborto. O crime está sendo investigado pela polícia.

Homem mata a ex-namorada, vai ao velório e ameaça a família dela; Vídeo

Ana Paula, de 21 anos, foi morta com um tiro pelo ex-companheiro, em Guarulhos na Grande São Paulo. Testemunhas ouviram um disparo e, logo em seguida viram Wellington saindo da casa da vítima. Ela estava abraçada com o filho e ao lado da mãe quando foi baleada. Mas a ousadia do acusado não parou por aí. Depois de crime, Wellington foi ao velório de Ana Paula e ameaçou matar toda a família da ex. Antes de fugir, ele mandou um áudio para parentes da vítima confessando o crime.

VÍDEO:

Turista catarinense morta em arraial cabo foi est#prada, aponta laudo

Laudo de exame feito no corpo de Fabiane Fernandes, apontou que ela sofreu violência sexual antes de ser assassinada na trilha em Arraial do Cabo (RJ).

A polícia já tem o laudo com o resultado do exame feito no corpos da turista catarinense Fabiane Fernandes (30), que foi morta quando fazia uma trilha em Arraial do Cabo (RJ).

Fabiane foi vítima de estupro, antes de ser morta. Quando seu corpo foi encontrado, ela estava sem as roupas, e com ferimentos no rosto, cabeça e corpo.

Ela teve todos os ossos da face quebrados, e sua morte se deu por traumatismo cranioencefálico. E pelos ferimentos a perícia acredita que ela tenha sido morta a pedradas.

Ela desapareceu no dia 18 de novembro e seu corpo foi encontrado por um cão farejador da polícia civil, três dias depois.

Na última sexta-feira (14), Matheus Augusto da Silva de 22 anos, foi preso em São Paulo, como principal suspeito do crime.

Matheus Augusto da Silva foi preso em São Carlos na sexta-feira (14) — Foto: Fabiana Assis/G1

Vários indícios apontam para Matheus como autor do crime.

Renato Mariano, delegado que investiga o caso, informou que Matheus estava muito nervoso, negou a autoria do crime, mas o delegado disse que seu depoimento é cheio de contradições. 

“Ele nega a todo momento. Porém, durante as declarações ele fornece alguns detalhes contraditórios e nós temos nos autos bastante elementos que levam a ele”, disse Renato.

Testemunhas ouvidas pela polícia também disseram que ele apresentou comportamento estranho e nervoso depois do desaparecimento de Fabiane.

“Na cidade de Cabo Frio, que é a cidade vizinha por onde ele deixou a região, ele foi visto em atitudes de muito nervosismo e com diversas marcas de arranhão nos braços, o que levantou suspeitas a ponto dos próprios funcionários da rodoviária nos auxiliarem com informações sobre o caso”, afirmou o delegado.

A mãe de Matheus também teria ligado para o amigo do filho que estava com ele em Arraial do Cabo, questionando a razão dele ter chegado em casa em São Paulo ‘tão nervoso’.

Um artesão que dividia o acampamento com Matheus não estava no local, quando o crime ocorreu e por isso não é investigado pela participação no crime.

Outra prova encontrada pelo delegado, foi retirada do próprio celular de Fabiane.

“Nós percebemos que ela fez diversas selfies e a única fotografia onde uma segunda pessoa fez, produziu, foi exatamente no local do acampamento”, afirmou.

O cão farejador que encontrou o corpo de Fabiane, também apontou os pertences de Matheus como se tivesse encontrado a vítima.

Matheus alegou a polícia que sofre de transtornos mentais, e será submetido a perícia médica.

Um grupo de trilheiros, fez uma foto de Matheus no acampamento no local onde foi encontrado o corpo de Fabiane, a foto foi feita um dia depois do desaparecimento dela, e depois dias depois da foto, o corpo encontrado.

Suspeito foi visto na trilha onde corpo da empresária foi encontrado um dia após o desaparecimento dela — Foto: Grupo de Trilheiros/ Divulgação

Em um vídeo, Matheus nega as acusações. “Eu gostaria de deixar o tempo mostrar… A hora que sair o resultado dos meus exames para mostrar realmente que eu sou inocente dessas acusações e minha vida voltasse ano normal, tudo de novo, como tava sendo”, disse o suspeito ao G1.

Fabiane era gaúcha de Sapucaia do Sul (RS), mas vivia em Florianópolis (SC), onde administrava uma pousada da família na Praia dos Ingleses. Fabiane tinha um filho de nove anos e cuidava da mãe, que é acamada. 

Conselho Tutelar manda prender idosa por bater no neto que andava roubando na cidade

Dona Lourdes, uma mulher de 66 anos, foi presa pelo motivo de ter “agredido” seu neto menor, de 13 anos, como corretivo pelo fato dele ter cometido furtos em casa de moradores da cidade onde mora.

A prisão dela foi pedida pelo Conselho Tutelar de Campestre, no Maranhão. O diretor do conselho, Mario Junior de Melo afirmou que o menor, “indefeso”, foi agredido com golpes de cinta e obrigado a ficar de joelhos por 1 hora, como forma de castigo.

A mãe explicou com clareza, ao delegado de polícia, o motivo da surra:
“Ontem cheguei em casa e vi ele com um celular novo. Desconfiei, porque ele não trabalha, então perguntei onde ele tinha conseguido. Ele disse que achou. Horas depois, uma moça do mesmo bairro veio atrás do celular, dizendo que ele tinha roubado de dentro de sua casa. Então eu tive que bater nele, pois não é a primeira vez que ele apronta” Afirmou Maria de Lourdes.Dona Lourdes foi indiciada por agressão e continua detida enquanto aguarda a presença de um defensor público, pois a mesma não tem condições de pagar um advogado particular. O jovem infrator foi liberado.

Fonte: Congresso.com

Homem vai preso por engano em presídio feminino e é abusado por 26 mulheres; Vídeo

O fato aconteceu na Colônia Penal Feminina De Buíque Pernambuco. Um jovem de 25 anos foi encarcerado juntamente com outras dezenas de mulheres por engano durante uma semana e foi torturado e obrigado a ter relações com as mulheres todos os dias, o fato virou notícia em diversos blogs da região.

O prisioneiro se chama Paulo Ribas e contou o que houve enquanto esteve na companhia dessas 26 detentas. De acordo com Paulo, era induzido à ter relações em média 6 vezes por dia, onde elas se revezavam.

Disse também que mal conseguia dormir, pois era incomodado frequentemente para satisfazer alguma de suas companheiras de cela.

A delegada responsável pelo funcionamento da penitenciária se pronunciou sobre o caso e disse que os agentes não estariam cumprindo com as suas funções de maneira efetiva.

Rodeado por mulheres, Paulo não teve outra saída a não ser realizar os desejos delas. O jovem conseguiu ser ouvido pelos responsáveis, que entenderam a confusão e o transferiram para o lugar correto.

Nos regimes de detenção é permitido que haja visitas íntimas, seja de seus cônjuges, amantes ou até profissionais. Um curto período de tempo e uma cela privativa é colocado à disposição do detento e de sua companhia.

De acordo com psicólogos, esta liberdade cria um sentimento de socialização e deixam os residentes mais tranquilos, além de evitar transtornos como o que aconteceu com Paulo.

Por outro lado, civis discordam dessa mordomia oferecida à pessoas que foram removidas do convívio da sociedade. Eles argumentam que o confinamento deveria servir como uma punição pelo o que fizeram e não se tornar um retiro de férias.

VÍDEO:

Casal segura menino para que filho o agrida no DF; veja o VÍDEO

Uma partida de futsal entre crianças na quadra de um condomínio fechado, na Octogonal, em Brasília, acabou em cenas de violência no último domingo (9). Pais de um dos meninos que participavam da brincadeira foram flagrados pelas câmeras de segurança agredindo um garoto de 6 anos (vídeo acima) após um mal-entendido.

Nas imagens é possível ver que, às 17h25, as crianças estão na quadra e um menino cai ao tentar fazer um drible com a bola (confira abaixo).

Dois minutos após a queda, um homem aparece ao lado do garoto machucado. É possível ver que ele segura uma outra criança, imobilizando seus braços. Nesse momento, o menino ferido bate no rosto do colega. Em seguida, uma mulher surge na imagem e empurra o garoto que já havia levado um soco.

Enquanto a agressão acontece, as outras crianças ficam acuadas próximo às grades da quadra. Algumas delas aparecem nas imagens chorando.

VÍDEO:

Esposa de assassino confesso teve ‘atuação determinante’ e responderá por homicídio

istiana Brittes, mulher do assassino confesso do jogador Daniel Corrêa, Edson Brittes, também será denunciada pelo Ministério Público do Paraná por homicídio.

Segundo o promotor do caso João Milton Salles, o crime não teria sido tão brutal com a morte do jogador degolado e com o pênis cortado, se não fosse a “atuação determinante de Cristiana”.

Ainda de acordo com o promotor, “quando se iniciaram os atos de homicídio, ela ao invés de tentar evitar a conduta, ao contrário, determinou que Daniel fosse retirado da casa e que eles terminassem a execução fora”.Além do homicídio, a mulher de “Juninho Riqueza” foi indiciada pela polícia por fraude processual e coação de testemunha.S

Uma testemunha chegou a revelar que Cristiana deu autonomia para que o marido fizesse o que quisesse com Daniel longe de sua casa. No entanto, outras testemunhas contaram que a mulher de Juninho pediu para que os homens presentes na casa ajudassem Daniel.Segundo o UOL, em nota, a defesa de Cristiana Brittes disse ter ficado espantada com as acusações do promotor e que é “estarrecedor o argumento de que seria ela a causadora dos crimes de importunação sexual e tentativa de estupro dos quais foi vítima”.I

Sete pessoas foram presas temporariamente pela morte do jogador Daniel: Edison Brittes Júnior, Allana Brites, Cristiana Brittes, Eduardo Henrique da Silva, Ygor King, David Vollero e Eduardo Purkote. Todos foram indiciados em diferentes crimes pela polícia, que finalizou o inquérito na última semana.

Homem tenta matar ex-mulher a facadas pelas costas em bar do RJ; Vídeo

Um homem, identificado pela polícia como Luiz Henrique Souza, tentou matar a ex-mulher a facadas num bar do Rio de Janeiro. Segundo o jornal Extra, por volta das 3h da manhã deste sábado (10/6), Kenia Yara conversava com um grupo de amigos quando foi surpreendida pelo agressor, que começou a desferir golpes com um faca contra ela.

Ela tentou fugir, mas foi perseguida pelo suspeito. Algumas pessoas que estavam no local correram atrás do homem para contê-lo. Preso, foi encaminhado para o hospital e está em coma. Kenia também se recupera das facadas. O estado dela é grave.

VÍDEO:

Câmeras de segurança do local mostram o exato momento do crime. Segundo familiares de Kenia, os dois estavam separados há dois meses. “Ela teve perfuração no pulmão e no baço. Foi encaminhada para o Hospital Albert Einstein, em Realengo, para fazer cirurgia”, contou à publicação.

O caso é investigado pela polícia militar da região.