Irmã mutila e mata irmão de 5 anos em ritual: órgão comido, olhos furados e cheio de velas

Crime aconteceu na casa da família quando a mãe saiu, deixando a irmã mais velha tomando conta do irmão.

Uma jovem de 18 anos foi presa, suspeita de matar e mutilar o irmão de 5 anos, na noite desta quinta-feira (5) em São Roque, interior de São Paulo. O crime aconteceu na casa da família, no bairro Gabriel Piza. De acordo com a Polícia Civil, a mãe havia saído, deixando a irmã mais velha tomando conta do irmão.

Quando a mulher voltou, encontrou a casa trancada e a filha se negava a abrir. Ela só conseguiu entrar depois que a porta foi arrombada por um cunhado que mora próximo.

A cena encontrada no local chocou a família. A criança estava morta, com várias queimaduras pelo corpo. O menino teve os olhos perfurados e o pênis mutilado – a irmã teria comido o órgão genital. O corpo estava no chão do quarto e tinha ao redor várias velas acesas. O cunhado disse que a garota estava agressiva e arremessou objetos contra os familiares. Ele foi atingido por uma pedrada. A jovem precisou ser contida pelos policiais militares, chamados pela família.

A suspeita do crime foi levada para a delegacia da Polícia Civil e, após ser autuada por homicídio, foi encaminhada para a cadeia feminina de Votorantim, cidade da região.

Peritos do Instituto de Criminalística da Polícia Civil fizeram levantamentos na casa. Um celular queimado, provavelmente pela garota, um cartão de memória, um canivete e uma porção de maconha foram apreendidos.

O corpo do menino passou por necropsia no IML (Instituto Médico Legal) de Sorocaba. Exame preliminar indicou que a criança estava morta quando sofreu a mutilação. Conforme a Polícia Civil, aparentemente a jovem usou um travesseiro para matar o irmão por asfixia e, em seguida, vilipendiou o corpo.

O escrivão Anderson Goes disse que o celular e o cartão da memória serão enviados para perícia para que o conteúdo seja analisado. A investigação quer apurar se a jovem participava de algum grupo de satanismo ou magia negra pelas redes sociais e se houve incentivo de alguém para a prática do crime.

A menina passou por audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (5) e foi mantida presa. O corpo do menino estava sendo velado em São Roque. Nenhum familiar quis comentar o caso.

O defensor público que acompanhou a audiência informou que por ora não iria se manifestar.

Fonte: R7

8 verdades que desgastam qualquer relacionamento

Gosta de joguinhos e de mostrar indiferença? Cuidado! Seu relacionamento pode estar em risco.

Os relacionamentos modernos estão cada vez mais desgastantes por conta da imaturidade dos casais. Os cônjuges têm fugido dos problemas em vez de buscar dialogar para resolvê-los. As pessoas estão cada vez mais tendo seus relacionamentos destruídos por conta de joguinhos que abalam e desgastam o Relacionamento.

Para ter uma relação duradouro é preciso ter jogo de cintura, paciência, maturidade para resolver os problemas é saber dialogar. Abaixo estão oito verdades que desgastam qualquer relacionamento.

Confira:

1 – Atualmente, as pessoas pensam que para liderar a relação é necessário demonstrar que se importa menos. As pessoas não estão mais dispostas a demonstrar a preocupação com o relacionamento, pois quando fazem isso, o outro monta.
Sentem medo de demonstrar carinho, preocupação e outras coisas do tipo. Não dão o braço a torcer para enviar mensagem para a pessoa amada, pois, para elas, isso é uma demonstração de fraqueza.

2 – A cada dia que passa, as pessoas entram cada vez mais em jogos que desgastam a relação.
Demoram, propositalmente para responder as mensagens do parceiro para demonstrar que a relação não é uma prioridade na vida dela. O ‘’tanto faz ou tanto fez’’ toma conta do relacionamento, fazendo com que ele se esfrie cada vez mais.

3 – A lei do desapego tem tomado conta dos relacionamento. Apesar de a pessoa ser apaixonada pelo outro, ela prende os sentimentos e finge não senti-los. Na mentalidade das pessoas modernas, quanto mais desapegada a pessoa for, mais poder ela tem. Com isso, elas param de demonstrar sentimentos e acabam tendo que apostar na sorte para descobrir quem gosta verdadeiramente ou não.

4 – Falar no telefone é uma prática usada cada vez menos usada. Os casais modernos têm optado conversar apenas por mensagens de texto, que é uma forma bem impessoal de comunicação. Infelizmente, conversar por mensagens de texto faz com que os casais briguem ainda mais, pois a má interpretação das mensagens é algo comum. Afinal, nunca sabemos em que “tom” a pessoa está falando.

5 – As pessoas deixaram de sentir arrependimento. Quando um dos parceiros diz algo que fere o outro, ele não sente culpa.
Se sente, esconde, pois não tem a capacidade de pedir perdão. Quando isso acontece, a pessoa que magoou simplesmente finge que nada aconteceu, se faz de sonso, muda de assunto e segue a vida.

6 – O romantismo praticamente não existe mais. Ambos ficam com a infantilidade de sentir vergonha de serem românticos um com o outro e fingem achar cafona aquilo que poderia ajudar muito a relação. Afinal, quem não gosta de um momento de chamego com a pessoa amada?

7 – Em muitos relacionamentos os casais deixam de sair para comer algo, conversar, ter um momento maduro em que possam simplesmente rir e trocar diálogos.
Em vez disso, o “vamos sair” passou a significar “vamos nos pegar”. É necessário entender que um relacionamento não sobrevive apenas com beijos, abraço e pegada. É necessário que o casal tenha amizade e dialogue.

8 – Amizades falsas são um problema sério! Não se está dizendo que o casal não pode ter amigos, mas, sim, que precisam vigiar quanto a isso. Infelizmente, há muitas pessoas que se dizem amigas, mas estão loucas para acabar com seu relacionamento e ficar com o seu cônjuge. Abra o olho!

Como usar blocos de concreto na decoração da sua casa

Não é de agora que materiais de construção e jardinagem são utilizados de forma criativa na decoração, mas ultimamente este recurso está ganhando cada vez mais destaque. O mais interessante é que se antes estes materiais de baixo orçamento eram usados provisoriamente até que um móvel finalmente pudesse ser comprado, hoje eles fazem parte da decoração como um projeto permanente, principalmente quando utilizados de forma criativa.

Os blocos de concreto são os mais utilizados para cumprir bem esta função. Seus diversos tamanhos e modelos disponíveis no mercado oferecem um ar brutalista à composição, além de versatilidade e praticidade na hora da montagem, já que eles podem se tornar facilmente uma mesa de centro, um criado-mudo, um rack estiloso ou uma estante para livros. O único trabalho que você terá é definir qual o formato e tamanho adequado ao seu projeto, porque de resto, é só tratá-lo ou pintá-lo, e fixar uma peça à outra com um produto específico. E isso, até quem se julga incapaz de executar trabalhos manuais consegue fazer!

Como usar os blocos

Se a ideia é usar os blocos de concreto em sua cor natural, é necessário fazer um tratamento simples com cada peça, aplicando uma camada de hidrofugante. Assim é garantido que os blocos não vão se esfarelar com o tempo. Caso queira pintá-los, esta etapa de tratamento pode ser pulada, basta escolher uma tinta comum de parede que a preservação será garantida.
Para fixar uma peça à outra ou em outros tipos de materiais com mais delicadeza, como madeira, por exemplo, utilize um multifixador de alta adesão. Há no mercado um produto específico para esse fim chamado “Multifix – Fixa sem Prego”, uma cola com elevado poder de adesão que garante fixação rápida e sem sujeira.

Confira as mais diversas maneiras de se usar blocos de concreto em sua decoração na lista de imagens abaixo:

1. Base para estante de livros

Esta estante com duas alturas diferentes entre suas prateleiras foi montada com um único modelo de bloco de concreto. A diferença é que a parte mais alta possui dois blocos empilhados um sobre o outro, e a parte menor somente uma peça.

2. O local ideal para aconchegar suas plantinhas

Você pode aproveitar os vãos de cada bloco para incluir objetos decorativos ao seu gosto. Nesta imagem, o morador aproveitou a prateleira de plantas para incluir em cada nicho novos pequenos vasinhos.

3. Uma escrivaninha com a cara da sustentabilidade

Para garantir a durabilidade das peças utilizadas para a construção de seus móveis, utilize alguns produtos que ofereçam vedação ao material, tanto para os blocos de concreto como para as ripas e tábuas de madeira.

4. Banquinhos para o chá da tarde


Impossível não se apaixonar por este cantinho tão delicado, construído com materiais de baixo orçamento. Os banquinhos de concreto receberam uma pintura especial e pequenos futons fixados com cordas de barbante.

5. Você pode pintá-los da cor que preferir

A tinta utilizada para colorir os blocos é a mesma utilizada para pintar parede. Aí vai do gosto pessoal escolher a cor e o tipo de acabamento que deseja ter na produção da peça. Nesta imagem, a cor utilizada para a estante foi a preta fosca.

6. … mas na sua cor natural também fica bem legal

Neste projeto, o móvel foi instalado por toda a parede, garantindo a sensação de amplitude do espaço, e também servindo como apoiador para objetos decorativos. O segredo é incluir peças que correspondam à personalidade do morador.

7. O vaso perfeito para cultivar uma pequena horta

Com apenas um pouco de terra e algumas sementes, é possível montar uma hortinha super organizada em um ou vários blocos. E se quiser caprichar ainda mais na decoração, não esqueça de aplicar uma camada de tinta de sua cor preferida.

8. Decorando de forma despojada

E falando em decorar com cores, os blocos retangulares utilizados para decorar este cantinho verde foi pintado com duas cores harmoniosas, formando algumas figuras geométricas quando dispostos um ao lado do outro.

9. Aquele centro de mesa que você respeita

Foto: Reprodução /Olhar do Max

Empilhar alguns blocos lado a lado pode oferecer um resultado tão surpreendente quanto versátil. Aqui eles foram dispostos no centro da sala, e as mesas de madeira acomodadas ao lado da grande peça de concreto deram um toque moderno à decoração.

10. A casa das suculentas

Para cada bloco quadrado de concreto pintado de preto, uma suculenta diferente foi plantada, e as menores espécies podem receber pedras de cascalho brancas em toda a borda, para deixar a superfície mais bonita.

11. Rústico e aconchegante

Neste ambiente, a simplicidade e o aconchego não tiraram o charme da decoração: a extensa bancada recebeu 3 pontos de base com blocos quadrados, e diversos objetos e plantas foram espalhados pelo móvel. O espelho redondo deu aquele toque final caprichado, como uma cereja no topo do bolo.

12. Um longo aparador para o ateliê

Você poderá encontrar diversos modelos diferentes de bloco, que podem ser escolhidos de acordo com a proposta que deseja. Peças incomuns dão mais destaque a qualquer projeto, principalmente os que deixam os tijolos mais em evidência.

13. Muro totalmente feito com tijolos

O muro de tijolos vazados ganhou um efeito diferenciado com as peças instaladas lado a lado com uma ligeira inclinação vertical. Arbustos e árvores adicionados por toda a sua extensão garantiram um resultado ainda mais caprichado.

14. Um jeito prático de armazenar os calçados

Perceba que, mesmo com a utilização de materiais simples e rústicos, a composição deste pequeno móvel ficou bem despojada e delicada. Para um melhor acabamento, garanta que a madeira e os blocos sejam devidamente tratados.

15. Concreto + madeira


O melhor amigo de um móvel feito com blocos de concreto, sem dúvidas, é a madeira. Independentemente do tom que o material for escolhido, o casamento entre ambos terá um resultado muito funcional e harmonioso.

16. Aparador x bar

Perceba que é possível executar a confecção de um móvel com blocos de concreto mesmo para quem não tem muita habilidade com trabalhos manuais. Nesta imagem, o morador contou apenas com uma pilha de peças dispostas rente a parede.

17. Decoração rudimentar para a festa no jardim

As plantinhas secas adicionadas em todas as frestas do conjunto de blocos trouxeram mais delicadeza para as peças pintadas de preto, assim como as velinhas acomodadas em cada nicho.

18. Criando divisórias criativas

Para dar este efeito brutalista à decoração, você não gastará mais que R$2,40 por cada unidade de bloco de concreto. Uma solução barata que garantirá muita personalidade e uma enorme economia… do tipo que todo mundo gosta: no bolso!

19. Porta-canetas industrial

Para fazer este porta-canetas super descolado, o bloco de concreto foi feito de uma maneira um pouco diferente dos tijolos comuns que costumamos encontrar. Uma forma específica foi utilizada para obter o formato desejado para cada encaixe e tamanho da peça.

20. A sobriedade do móvel é garantida

O tom neutro dos blocos de concreto permite que você tenha uma decoração mais discreta, se desejar, e ainda te dá a liberdade de incluir mais cores com objetos decorativos e outros apetrechos na composição.

21. Base para os assentos da varanda

Estes bancos para a área externa da casa foram construídos com vigas de madeira lixadas, pintadas e encaixadas nos nichos de cada bloco dispostos nas laterais. Para maior conforto, almofadas confeccionadas sob medida foram incluídas como assentos.

22. Destaque perfeito para as plantinhas

Esta ideia totalmente diferente foi executada para dar mais destaque à planta, utilizando luz direta: o vaso foi instalado dentro do bloco de concreto, dando um contraste bacana entre os dois materiais, e uma luminária comumente usada em jardins foi implantada junto a base.

23. O escritório ficou bem mais despojado e funcional

Antes de executar o seu projeto, é importante escolher o tipo de bloco ideal que suporte o peso de sua estrutura, mais o que ele terá em cima. Algumas peças podem ser frágeis demais para aguentar uma televisão, por exemplo.

24. Recursos simples que oferecem modernidade

Utilizar tal material na decoração pode até parecer uma saída improvisada e provisória, mas quando o projeto é bem executado, o efeito pode ser inverso. Veja neste exemplo que os blocos utilizados para a confecção da parede foram os mesmos implantados no rack da sala, que deu um efeito super moderno e jovial ao móvel.

25. Jardim vertical

Áreas externas são os lugares onde mais se usam blocos de concreto, principalmente para a criação de jardins verticais ou hortinhas. As peças intertravadas deixam a composição mais criativa, e os vãos devem ser aproveitados para plantar suas espécies prediletas.

26. Tijolos e vasinhos em um muro só

Este poderia ser mais um muro comum de concreto se não fosse pela adição de vasos de algumas peças com vão para plantas. Existe alguma maneira mais funcional para incluir plantas na área externa?

27. Como criar um sofá para a área externa sem gastar muito?

Junte alguns blocos retangulares e fixe-os uns aos outros. Adicione alguns futons e almofadas e pronto! Não esqueça de vedar bem cada peça para garantir sua durabilidade. Não existe tutorial mais fácil que esse!

28. Um cantinho repleto de personalidade

Este pequeno bar mostra o quanto este tipo de produção pode ter a estrutura que o executor quiser sem nenhum trabalho. Com apenas quatro blocos, uma mesa baixa foi montada e a sua superfície ficou por conta de uma tábua de madeira envernizada.

29. Banco de apoio do closet

Além de suportar muito bem o peso, os blocos ainda servem como uma luva para armazenar alguns calçados. Escolha uma madeira bem bonita para servir como assento, e preferencialmente, que sejam reforçadas.

30. Um criado-mudo com várias funções

Este móvel da imagem serviu não só como criado-mudo, mas também como suporte para luminária, porta-revistas e livros e até recebeu algumas plantinhas em seu vão e superfície. Não ficou uma graça?

31. Aproveitando cada fresta dos blocos

Se a ideia é colocar um banco feito com blocos e tapeçaria em um ambiente aberto, como em um jardim, quintal e varanda descoberta, não esqueça de impermeabilizar não só as peças sólidas, como também o tecido o assento.

32. Uma senhora adega

Toda a parede do cômodo foi revestida com blocos vazados, e cada um de seus nichos serviu como um perfeito encaixe para garrafas de vinhos e frisantes desta adega brutalista e sofisticada.

33. Discrição para o quarto de adulto…

Há quem acredite que utilizar blocos no quarto não é legal por ser rudimental demais, mas este projeto faz esta teoria cair por terra, não é mesmo? A decoração contemporânea do dormitório não foi nem sequer influenciada pela base da cama.

34. … e descontração para o quarto infantil

Pintados de branco, os blocos não só serviram como base de apoio para a cama deste quarto de menina, como também atua como um verdadeiro expositor de calçados fofos. Com tantas escolhas coloridas na decoração, o resultado ficou perfeito!

35. Decorando os nichos

Adicionar a sua personalidade à um ambiente requer incluir no espaço alguns objetos que representem a identidade pessoal. Sabe aquele objeto que você olha e já pensa: “é a cara de fulano”? É essa a ideia. E foi exatamente isso que a dona deste cantinho especial fez, como pode ser visto em cada vão destas peças.

Confira mais imagens inspiradoras de decoração com blocos de concreto

Saiba como decorar com criatividade e sem precisar gastar muito:

36. Luminária para um ambiente descolado

37. A estante perfeita para armazenar os objetos dos meninos

38. O santuário da inspiração

39. Nichos desproporcionais para a moderna adega

40. Empilhados com maestria para se tornar um perfeito jardim vertical

41. Alguns blocos e tábuas e já temos um sofá para o jardim

42. O abrigo dos 7 anões

43. Um charminho a mais no hall de entrada

44. Uma outra proposta de disposição de blocos na adega

45. O canteiro organizado

46. Os pés da cama também servem como sapateira

47. Dividindo os ambientes sem grandes reformas

48. Aquele detalhe caprichado no canto da casa

49. Servindo como floreira

50. Distribuindo bem as espécies

51. A coluna discreta e perfeita

52. Garantindo a sustentação da mesa de trabalho

53. A estante de livros ficou maravilhosa!

54. Você pode criar a estrutura que quiser com os blocos

55. Sofá em L na sala de estar

56. Este sofá ficou super aconchegante!

57. Recursos que se adaptam a qualquer espaço

58. Cantinho gourmet personalizado

59. Um jeito econômico de organizar os livros

60. ClimaHyggena decoração do quarto

61. O pendente destacou ainda mais a peça ao lado da cama

62. Um detalhe peculiar atrás do sofá

63. Três pequenos blocos que fizeram uma grande diferença

64. Um cantinho para relaxar ao ar livre

65. Um simples aparador para o escritório

66. Esta mesa central ficou um espetáculo

67. Você pode escolher a forma que quiser para deixar sua decoração mais pessoal

68. Somente os nichos dos blocos deram conta do recado

69. A base perfeita para a cama

70. Um expositor de bebidas perfeito

2 tutoriais práticos para fazer em sua casa

1. Como fazer um banco com bloco de concreto


Veja como é fácil produzir um banco com carinha de sofá com apenas algumas vigas, blocos de concreto e tinta da sua cor preferida.

2. Como fazer um rack para a sala com bloco de concreto


Neste tutorial, aprenda a construir um rack utilizando tábuas e blocos. O interessante é que você pode fazer o móvel na altura que quiser e precisar, basta adicionar mais algumas peças na composição.
Agora que você já viu como é fácil criar uma decoração com blocos de concreto, é só escolher que tipo de peça deseja criar com este material tão barato e funcional. Não há limites para quem tem criatividade! Mãos à obra!

Fonte

VÍDEO: pai obriga filho a destruir próprio video-game; entenda o motivo

Muitos pais ficam indignados com o baixo rendimento dos filhos na escola. As reclamações sobre o comportamento, notas baixas, falta de atenção são bem recorrentes entre os pais hoje em dia.

E o que fazer diante de uma situação como esta? Muitos pais optam por ter uma boa conversa com o filho, outros pais resolvem aplicar ‘castigos’ como forma de punição e fazer com que o(a) filho(a) mude de postura.

O vídeo feito pelo irmão da criança e acabou viralizando nas redes sociais recentemente, e traz à tona uma forma bem diferente de lidar com o problema. Um menino, que não teve a identidade divulgada, foi obrigado pelo próprio pai a destruir seu videogame após ter tirado notas baixas na escola.

A filmagem foi feita em Victorville, na Califórnia.
O pai do garoto, que tem um canal no YouTube (The Cosby), começa o vídeo explicando que o filho ‘não quer tomar uma atitude’. Ele afirma que o garoto só pensa na tecnologia e que, portanto, o menino irá cumprir o que havia prometido fazer. 

Em prantos, o garoto é obrigado e destruir o aparelho com um pedaço de madeira. O garoto começa então dar algumas pauladas de leve, o pai da criança então pega uma pedra e atira no videogame. Veja o vídeo:

No ano de 2015, um americano obrigou seu filho a destruir um de seus consoles de video-game após ter tirado notas baixas na escola.
O vídeo divulgado na época teve mais de 720 mil visualizações, ele acabou dividindo opiniões, alguns aprovaram a iniciativa do pai, mas outros o criticaram. 

Fonte: 1News

VÍDEO: Mãe raspa cabeça da filha que teria praticado bullying contra criança com câncer

Um vídeo mostra uma mãe raspando os cabelos da filha em punição por ter praticado bullying contra uma paciente de câncer, que estava careca.

Um vídeo que mostra uma mulher que raspa a cabeça de uma jovem ganhou fama na internet e nas redes sociais. Segundo informações dos jornais “Daily Mail” e “Metro”, a mulher nas imagens é mãe da adolescente. As publicações ainda afirmam que aquele era um castigo para a jovem, que havia praticado bullying contra uma criança vítima de câncer.

Os jornais dizem que a criança vítima do bullying sofria câncer e havia perdido os cabelos por causa do tratamento. Por isso, a suposta mãe decide raspar a cabela da jovem, para que ela também fique careca.

Nas imagens, a adolescente cobre o rosto a parece chorar. A mulher que raspa o cabelo dela se mantém calma, mas como a qualidade do áudio é ruim, não é possível entender o que ela diz.

Assista:

Não se sabe a veracidade da história, mas ainda assim o vídeo foi publicado diversas vezes no You Tube e também gerou polêmica no Twitter. Entre os comentários, alguns internautas concordaram com a medida extrema da mãe. Outros, criticaram duramente.

“Pais precisam parar de postar seus filhos sendo humilhados nas redes sociais”, disse um internauta. “Foi um jeito de lidar com a situação. Se ela fez mesmo bullying, foi uma forma de educar a menina”, escreveu outro.
No You Tube, os comentário continuam: “Até os 18 anos nossos filhos são nossa responsabilidade. Bem feito” e “A mãe não machucou a filha e espero que tenha mostrado que ela não deve fazer bullying pelo resto da vida, especialmente contra quem está doente ou vulnerável” foram algumas opiniões.

As críticas também seguiram: “É um abuso! A jovem fez bullying porque aprendeu a fazer isso. Há maneiras muito melhores de punir ou educar”. O jornal “Metro” também separou algumas sugestões que poderiam ser tomadas em um caso como esse que não usasse um tipo de agressão como raspar a cabeça da jovem: “Essa mãe deveria ter levado a filha a um centro que trate crianças com câncer. Assim ela veria como é a realidade dessas crianças e de seus pais e como eles lutam contra essa doença” e “ela deveria ter de fazer trabalho voluntário num hospital com pacientes que sofressem de câncer terminal”.

Fonte: IG | Balanço Geral.

Menino de 7 anos é detido e algemado por agredir professor

Mãe da criança descreveu prisão como ‘abuso policial’ em Miami

Um menino de 7 anos foi detido e algemado após agredir um professor dentro da escola, em Miami, nos Estados Unidos. A confusão aconteceu na última quinta-feira, quando o professor pediu que o menino parasse de brincar com a própria comida na lanchonete. O aluno se recusou e foi retirado do local. Inconformada com a atitude do educador, a criança, então, o agrediu com socos, puxões de cabelo e chutes nas costas.

O menino parou com as agressões somente depois de cair no chão com o professor. A criança foi internada no Miami Children’s Hospital e passou por exames psicológicos para avaliar se seria uma ameaça a outras pessoas. A policial que apreendeu o menino o enquadrou na “Baker Act”, uma lei na Flórida que permite que pessoas mentalmente doentes sejam encaminhadas a um centro de saúde mental por 72 horas, mesmo contra a sua vontade.

Em entrevista à AP, a mãe do aluno, Mercy Alvarez, afirmou que seu filho não tem transtorno mental e descreveu a prisão como “abuso policial”.

“Se meu filho não estava mais agressivo quando chegamos, como eles dizem que ele estava, por que tomar medidas tão extremas? Isso é demais para um garoto da idade dele. Não pode ser um procedimento normal”, disse.

Mercy disse ainda que o menino não mostrou comportamento agressivo em casa e que está tentando entender por que o filho começou a apresentar problemas na escola desde o início do ano letivo. Segundo ela, em anos anteriores, a criança tirava boas notas e mostrava bom comportamento.

No Facebook de Mercy, ela agradece ao apoio de outros pais e amigos que viram a atitude da polícia como um excesso. Ela ainda compartilhou um vídeo publicado nas redes sociais que mostra o momento em que o menino é retirado do carro da polícia algemado.

“Um amigo postou este vídeo no dia em que eu me senti impotente ao ver meu filho de 7 anos algemado por uma oficial escolar, acusado injustamente de ter problemas mentais. Eu abri uma caixa de pandora ao gritar que esta injustiça acontece contra centenas de crianças que, como o meu filho, foram vítimas do mesmo procedimento. Mas eu quero que essa oficial saiba que nunca mais fará mal a nenhuma criança desta maneira. Aos pais que passaram pelo mesmo, só posso recomendar que não se calem. Uma criança de 7 anos não merece viver uma situação como esta. Peço a todos os meus amigos que compartilhem para que se conheça esta injustiça”, escreveu.

Aluno algemado após agredir professor já havia sido detido por socar colegas

A apreensão, que incluiu a internação do menor de idade em um centro de saúde mental, revoltou os pais da criança, que negaram qualquer transtorno psicológico e denunciaram “abuso policial”. Um relatório mostra que era a segunda ocorrência do tipo envolvendo o menino. Em novembro, ele desferiu socos contra colegas e funcionários e foi agressivo com o policial que o abordou, segundo o documento.

Fonte: O Globo.

Homem ensina truque inédito para descobrir se perfil no Facebook é falso

Perfil fake de bonitona tentou enganá-lo, mas ao usar truque hilário, descobriu toda a verdade.

Muitas pessoas já foram enganadas por perfis falsos nas redes sociais ou até mesmo já tiveram suas fotos roubadas por alguém que criou um perfil falso com as fotos, para fazerem algo que não têm coragem de fazer mostrando a verdadeira identidade.

Um homem, ao ser chamado por um perfil feminino para conversar no Messenger do Facebook, por algum motivo desconfiou que o perfil poderia ser fake e resolveu usar uma excelente tática. Após ver que sua intuição havia sido confirmada e o perfil que usava fotos de uma linda mulher era um falso, ele resolveu compartilhar a dica com todos.

Confira:

Homem tenta enganar com perfil fake de ‘bonitona’, mas se dá mal.

Os prints repercutiram na Internet e estão dando no que falar. Porém, como a ideia está repercutindo muito, seguem algumas dicas de como saber se o perfil é falso ou não. Veja só:

1) Buscar a foto de perfil, do perfil suspeito, no Google imagens
Geralmente, os perfis falsos usam fotos de outras pessoas que possuem ou já possuíram conta em perfis sociais e postaram fotos. Logo, se a foto que está em um perfil falso for buscada no Google imagens, o verdadeiro dona da fotografia será facilmente conseguirá encontrado.

2) Verificar a quantidade de amigos e seguidores que o perfil possui
Por mais anti-social que alguém possa ser, certamente terá uma quantia razoável de amigos e/ou seguidores em seu perfil. Logo, vale considerar que um perfil que possua muitos poucos amigos e/ou seguidores tem grande possibilidade de ser um perfil falso.

3) Averiguar o país de origem dos amigos que o perfil tem adicionado
É comum perfis falsos terem outros perfis falsos adicionados e estes demais perfis falsos podem ter sido criados a partir de servidores de outros países.

Há casos até que os demais perfis falsos sejam comandados pelas mesmas pessoas.

4) Checar a data de criação do perfil
Se o perfil foi criado recentemente e já está postando sem parar contra algo ou alguém, desconfie.

5) Apostar na tecnologia
Há um app chamado FB Checker, que está disponível em vários sites para download gratuito, faz uma análise das imagens postadas no perfil, de forma rápida e prática, para saber se o perfil é ou não é falso.

Este app só apresenta relatórios em inglês, mas nada que um Google Translate não possa ajudar a quem tem dificuldades em entender a língua inglesa.

6) Observar curtidas e comentários
Praticamente todo mundo tem ao menos uma tia que comenta nas fotos pedindo para entregar algum recado para a mãe, elogiando de forma íntima, ou um tio fazendo piadas nas postagens. Se no perfil suspeito não há comentários de pessoas que demonstram conhecer pessoalmente, certamente trata-se de um perfil fake.

7) Bom senso
Não é porque alguém posta opiniões fortes que aquele alguém usa um perfil real. Portanto, é sempre bom fazer uma análise geral no perfil, para saber se a pessoa é quem ela diz ser que é, ou não.

Bebê de dois meses é arremessado da janela de casa; avó da vítima é presa suspeita de cometer crime

Vítima foi socorrida para o Hospital Geral do Estado (HGE) após ser arremessada de altura de seis metros, na manhã desta quarta-feira (3), no bairro de Cosme de Farias, em Salvador.

Um bebê de dois meses foi arremessado da janela de casa onde mora, na manhã desta quarta-feira (3), no bairro de Cosme de Farias, em Salvador. Segundo a Polícia Civil, a avó da criança, suspeita de cometer o crime, se apresentou na Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca) e foi presa em flagrante. 

De acordo com informações da polícia, a vítima foi arremessada de uma altura de seis metros. O bebê foi socorrido e encaminhado para o Hospital Geral do Estado (HGE). Não há informações sobre o estado de saúde dele, nem sobre as circunstâncias do ocorrido. 

Segundo a Polícia Civil, Eli Machado de Souza, de 53 anos, foi autuada por tentativa de homicídio. A motivação do crime ainda não foi descoberta. Não há detalhes sobre os pais da criança. O caso é investigado pela Polícia Civil. 

Fonte: G1.

Menina tem perna cortada por linha chilena em Realengo

Mãe de Eloah, de 8 anos, afirma que exames constataram que a menina está com trombose.

A menina Eloah, de 8 anos, que teve as duas pernas cortadas por uma linha chilena ao passar por uma passarela na Avenida Brasil, altura de Realengo, na Zona Oeste do Rio, ainda corre o risco de perder a perna esquerda. Segundo a mãe da garota, Vanessa Souza, exames mostraram que a criança está com uma pequena trombose no membro. Eloah está internada na UTI pediátrica do Hospital municipal Albert Schweitzer, também em Realengo, em estado grave.

— Minha filha está muito agitada e chorando muito desde que acordou hoje pela manhã e passou a não sentir a perna. Ela foi submetida a um exame de ultrassonografia que constatou a trombose. A médica disse que o sangue nao está circulando como deveria e , por isso, há o risco de perder a perna — disse Vanessa, muito emocionada.

Ainda de acordo com a mãe de Eloah, outros médicos serão acionados pela equipe para avaliar o caso. Por causa do acidente, a veia femoral da perna esquerda se rompeu.

O acidente aconteceu no último domingo. Vanessa contou que seguia com a filha — a menina voltava da casa do pai — quando Eloah saiu correndo. A mãe pediu que a criança voltasse. Quando ela fez isso, foi ferida pela linha. Vanessa começou a gritar pedindo socorro.

Um casal, então, apareceu e parou um carro. O motorista levou mãe e filha para o hospital.

— Era muito sangue. Pensei que minha filha ia perderia as pernas — disse Vanessa, chorando.

Eloah foi operada. Durante a cirurgia, os médicos tiraram uma veia de um dos pés da garota para colocar na perna, auxiliando assim a circulação do sangue.

As linhas chilenas — usadas para soltar pipa — têm a venda proibida no Brasil. Algumas são feitas com óxido de alumínio, o que as torna extremamente cortantes.

Fonte: O Globo.

Mãe denuncia creche por deixar filho de 2 anos voltar sozinho para casa

Na cidade de Cajuru, em São Paulo, uma mulher está acusando a creche municipal de deixar seu filho ir sozinho para casa, o fato aconteceu nesta última terça-feira, dia 2. O menino tem apenas 2 anos de idade e teria percorrido cerca de 1 km.

“Fiquei com muita raiva pela falta de respeito porque elas sequer me ligaram para falar que meu filho tinha sumido da creche”, disse a mulher revoltada com o que aconteceu, pois felizmente seu filho está bem, mas ela sabe que o pior poderia ter acontecido.

A prefeitura da cidade garantiu que um processo administrativo será instaurado para analisar o caso e saber o que aconteceu. Para o menino ter deixado esta creche, de cara é detectado dois problemas, o primeiro é que as portas ficam abertas para entrada e saída de qualquer pessoa, sem que ninguém questione nada e a segunda questão é que não tinha ninguém monitorando o menino, pois se tivesse, ele não teria saído da creche e ido embora sozinho.

A mãe disse que estava em casa lavando roupa, quando o filho de 2 anos chegou. Surpresa com o menino chegando em casa, pensou que o marido tinha buscado a criança, mas depois viu que não tinha mais ninguém na casa. Então ela foi até a creche para tentar entender o que havia acontecido e fio quando se surpreendeu ao descobrir que o filho foi embora sozinho.

Ela irá procurar a Polícia Civil, pois tudo terminou bem, mas sabe que o desfecho desta história poderia ser outro e não quer que seu filho e os de outras mães passem por isso.

Fonte: 1News.