NOVO VÍDEO: “Estão me mandando coisas horríveis, mais amor!”

Um vídeo onde duas jovens zombam de um funcionário da limpeza da rede de lanchonetes Bob’s no Rio de Janeiro viralizou nas redes sociais nesta terça-feira (2). O caso chegou a ficar entre os assuntos mais comentados do Twitter durante a manhã. Na gravação, que foi feita pelas próprias agressoras, elas dão risada do homem negro que limpava o chão do local. “Lambe o chão”, disse uma delas.

Na gravação, elas davam risada do homem e gritavam, enquanto ele exercia seu trabalho com a cabeça baixa. Em outro vídeo, uma das agressoras afirma que a vítima era “um preto feio e horroroso” e chegou a fazer comentários sobre o órgão sexual do rapaz.

Nas redes sociais, internautas afirmaram que o caso configura racismo e algumas pessoas chegaram a compartilhar a notícia falsa de que o homem tinha sido demitido depois da atitude delas. Por meio de suas redes sociais, a rede de lanchonetes se posicionou sobre o caso explicando o que tinha acontecido com o funcionário.

“Repudiamos todo tipo de preconceito, discriminação ou assédio. Lamentamos que ainda existam comportamentos assim. As informações sobre a demissão do nosso funcionário são inverídicas e ele continua trabalhando conosco”, afirmou o Bob’s.

As agressoras foram identificadas na internet e passaram a ser perseguidas por algumas pessoas que passaram a ameaçar as duas. Uma delas cancelou a sua conta no Instagram, rede social onde ela tinha postado os vídeos. A outra tornou sua conta nas redes sociais privada pois, segundo ela, estava recebendo ameaças depois da repercussão do caso.

Em sua rede social, uma das mulheres disse que namorou o homem que aparece sofrendo com as humilhações no vídeo e que ela não tinha lidado bem com o final do relacionamento. Ela também afirmou que não era racista. Segundo a mulher, ela estava “fora de si” quando gritou com o jovem no restaurante.