Mulher é barrada em voo por causa da roupa que estava usando: ‘inapropriada’ Veja

Emily O’Connor está furiosa com a Thomas Cook Airlines, pois segundo ela, foi obrigada a colocar uma blusa para poder entrar no avião. Na verdade, a passageira britânica já estava dentro da aeronave e foi retirada de lá, e o voo entre Birmingham e Tenerife acabou atrasando.

A confusão toda começou porque os funcionários da empresa acharam que Emily não estava com uma roupa adequada para viajar. Quando foi informada que não poderia voar com aquela roupa, imediatamente a jovem pegou seu celular, acessou seu perfil no Twitter e postou uma foto, mostrando aos seus seguidores o que estava acontecendo.

Na imagem ela está com uma calça comprida, de cintura mais alta e usando um top com renda. Emilly escreveu na postagem que foi informada pela empresa aérea que era preciso se cobrir, pois estava vestida de forma ‘inadequada’ para o voo. Segundo ela, quatro funcionários da empresa se colocaram próximos a ela, para retirá-la do avião, juntamente com sua bagagem.

Emilly explicou que estava com aquela roupa desde que chegou ao aeroporto e que passou pelo processo de embarque e check-in sem que ninguém lhe incomodasse com nada, mas foi só entrar no avião para começarem a lhe pressionar e querer que ela colocasse uma blusa por cima do top.

Ela argumentou com os funcionários da empresa área, alegando que não viu nenhuma diretriz em relação às vestimentas que seriam ‘adequadas’ ao voo no site da companhia. Em seguida ela se levantou, virou para os demais passageiros e perguntou se tinha alguém se sentindo ofendido com a forma como ela se vestia e ninguém reclamou.

Só que depois, um homem gritou e pediu para ela parar de falar, colocar uma blusa e não atrasar ainda mais o voo.

Por fim, ela colocou uma jaqueta e o voo foi realizado sem maiores problemas. A empresa disse posteriormente que se desculpava com a passageira, pois poderiam ter ‘lidado melhor com a situação’.