Conselho Tutelar manda prender idosa por bater no neto que andava roubando na cidade

Dona Lourdes, uma mulher de 66 anos, foi presa pelo motivo de ter “agredido” seu neto menor, de 13 anos, como corretivo pelo fato dele ter cometido furtos em casa de moradores da cidade onde mora.

A prisão dela foi pedida pelo Conselho Tutelar de Campestre, no Maranhão. O diretor do conselho, Mario Junior de Melo afirmou que o menor, “indefeso”, foi agredido com golpes de cinta e obrigado a ficar de joelhos por 1 hora, como forma de castigo.

A mãe explicou com clareza, ao delegado de polícia, o motivo da surra:
“Ontem cheguei em casa e vi ele com um celular novo. Desconfiei, porque ele não trabalha, então perguntei onde ele tinha conseguido. Ele disse que achou. Horas depois, uma moça do mesmo bairro veio atrás do celular, dizendo que ele tinha roubado de dentro de sua casa. Então eu tive que bater nele, pois não é a primeira vez que ele apronta” Afirmou Maria de Lourdes.Dona Lourdes foi indiciada por agressão e continua detida enquanto aguarda a presença de um defensor público, pois a mesma não tem condições de pagar um advogado particular. O jovem infrator foi liberado.

Fonte: Congresso.com