Você pode estar com HIV e nem saber

Nos dias de hoje existem muitas informações de conscientização a respeito de doenças que podem ser transmitidas por meio de relacionamento sem proteção. Campanhas na época do carnaval dentre vários outros outros meios, sempre estão tentando alertar as pessoas de que a AIDS pode ser evitada quando de
 
Você pode estar com HIV e nem sabe
Primeiros tipos de sintomas:
Esses são sintomas que aparecem só depois de aproximadamente 21 dias que o vírus já está dentro de seu corpo. E o pior de tudo é que pode ser facilmente confundido com algum tipo de virose ou uma gripe, devido terem os seguintes sintomas e sinais: dor de cabeça, gânglios linfáticos inchados, dor de garganta, febre, fadiga, cansaço, erupção cutânea.
 
Caso não melhore e comece a piorar, é necessário que se procure ajuda profissional.
 
Segundos tipos de sintomas, vírus já avançado:
O que acontece é que dos primeiros sintomas até quando é possível detectar o começo de uma infecção causada pelo HIV, podem demorar até 10 anos de espaço entre um e outro. E isso é o maior problema, visto que durante todo esse tempo, tratamentos poderiam ter sido feitos, mas em vez disso a pessoa continuou vivendo sua vida normalmente enquanto o vírus atacava seus glóbulos brancos e deixava seu sistema imunológico danificado.
 
Nesse caso, os sinais podem ser o aparecimento de diversas infeções e doenças das mais diversas, visto que o sistema de defesa do corpo já foi completamente comprometido sem o devido tratamento.
 
Sintomas já na fase de infecção final
Os problemas nessa fase podem ser bem mais graves, geralmente acontecem quando a doença não foi devidamente tratada e controlada no começo. São vários sinais que podem apresentar a existência de infeção devido o vírus da AIDS. Veja alguns deles: Muita febre, cansaço excessivo, muita tosse seguida de falta de ar, dores na barriga e vômitos constantes, herpes, que pode causar bolhas esbranquiçadas por todo o corpo com evidência na língua e na boca, mente deturpada e até esquecimento.
 
Assim como qualquer doença, quando descoberto no início tudo fica mais fácil. Portanto, prevenção e os devidos exames de diagnóstico podem ajudar à evitar muita dor e sofrimento.